O documento da UEFA, data de 26 de fevereiro, e nele não consta qualquer proposta ou contrato assinado com uma televisão portuguesa em sinal aberto. O mesmo documento informa que o concurso da UEFA para aquisição de direitos televisivos da 'Champions' e Supertaça Europeia, para Portugal, terminou a 27 de fevereiro.



Na última atualização que a UEFA fez acerca dos contratos que já foram assinados com as estações televisivas sobre os direitos de transmissão televisiva da Liga dos Campeões e da Supertaça Europeia, para o triénio 2018-2021, não consta nenhuma das três televisões generalistas portuguesas em sinal aberto.

O documento da UEFA, data de 26 de fevereiro, e nele não consta qualquer proposta ou contrato assinado com uma televisão portuguesa em sinal aberto. Segundo o documento, o concurso da UEFA, para Portugal, terminou a 27 de fevereiro.

Depois do presidente do conselho de administração da RTP, Gonçalo Reis, ter afirmado que a estação pública ainda não tinha apresentado qualquer proposta à UEFA, porque os valores pedidos era “incomportáveis”, o “Correio da Manhã” (CM) noticiou durante o fim-de-semana que TVI e SIC também não iriam fazer qualquer proposta pelos direitos televisivos da ‘Champions’.

“No enquadramento atual não apresentámos proposta, por que os valores atuais são incomportáveis”, contou Gonçalo Reis na quinta-feira, 1, num encontro de jornalistas.

A TVI, segundo o CM, também não apresentou qualquer proposta visto que “o preço do futebol tem estado inflacionado e o negócio da Champions, aos valores a que é apresentado, não tem viabilidade financeira”.

Afastada a hipótese pela RTP e TVI, sobra a SIC que, segundo o CM, não tem qualquer interesse em apresentar uma proposta pelos direitos de transmissão televisiva da Liga dos Campeões no próximo triénio.

A estação de Carnaxide apenas apresentou uma proposta para manter os direitos televisivos da Liga Europa até à época 2020/2021.

Em Portugal, a única hipótese de acompanhar jogos da ‘Champions’ será através da Sport TV, o canal de subscrição paga.

Desde 2015, que os jogos da Liga dos Campeões e a final da Supertaça Europeia, em Portugal, eram transmitidos em exclusivo pela RTP, em sinal aberto, após ter comprado os direitos em 2014 por um valor entre 15 e 18 milhões de euros, e pela Sport TV, em sinal fechado.


IN:ECONOMICO