O canal Angelus TV, sediada em Fátima, poderá encerrar as emissões no próximo dia 15 de Abril por falta de financiamento, admitiu à Lusa a sua directora, Sandra Dias. A directora Sandra Dias explicou à Lusa que o projecto teve como base ser suportado pela publicidade. No entanto, foram encontrando “barreiras” à sua contratação por serem um canal católico. O canal foi lançado em Maio de 2017.




“Muitos empresários não querem associar o seu produto a um canal católico, com receio de estarem a limitar os clientes. Esquecem-se que o católico também come, compra casa e tem as mesmas necessidades que qualquer pessoa”, aponta Sandra Dias, acrescentando que foi “bater às portas das 4397 paróquias de Portugal”, pedindo apoio e divulgação. Sem respostas ou com muitas negativas, a responsável procurou ajuda junto das congregações. “As respostas foram idênticas, ao referirem que não tinham condições e que já tinham os seus apoios atribuídos”, explicou. Sandra Dias afirmou à Lusa que a sustentabilidade do canal só é possível se conseguir, pelo menos, 30 mil euros mensais.
Os funcionários têm os salários em atraso desde Novembro. O canal lançou entretanto um repto aos telespectadores para que apadrinhem um programa. “Se três mil pessoas derem dez euros vamos conseguir manter o canal e fazê-lo crescer”. O canal está disponível nos operadores Meo, Vodafone e NOS.


IN:M&P