No final da vitória do F. C. Porto frente ao Benfica, o presidente dos dragões destacou a ambição de Sérgio Conceição, garantindo que o treinador preparou sempre o clássico para vencer e deixou uma alfinetada ao clube encarnado.

"É melhor ganhar com um golo no último minuto do que perder no último minuto. É futebol. Tanto faz ser no início ou fim. Arbitragem? Qualquer árbitro que viesse seria normal, não tenho influência nisso. É considerado o melhor árbitro português e é normal aquele que é considerado o melhor árbitro português ser nomeado para o jogo", começou por dizer Pinto da Costa.

O presidente dos azuis e brancos salientou ainda que o próximo jogo, frente ao Sporting, a contar para a segunda mão da Taça de Portugal, será "difícil".

"Não vamos pensar em dobradinhas, é pensar jogo a jogo. Sporting tem grande equipa e grande treinador, será difícil, estamos desgastados mas vamos entrar para ganhar. Se o vamos conseguir, depende de muitos fatores", concluiu.

Relativamente a Sérgio Conceição, o líder máximo do F. C. Porto garantiu que o técnico preparou sempre o encontro a pensar na vitória e deixou uma alfinetada aos encarnados.
"Quando o treinador ganha, há sempre vitória pessoal do treinador. Seria o mesmo com Rui Vitória. Ao longo da semana, o treinador preparou sempre o jogo para ganhar, sou testemunha disso, mentalizou os jogadores assim, jogou as cartadas certas e jogou sempre para ganhar. Se o F. C. Porto vai manter a liderança? Não sei. Se fosse bruxo, naturalmente que o Benfica, em vez de ter ido ao de Fafe, teria falado comigo", concluiu.

IN:JN