Homens gastam salários em apostas de fortuna e azar ilegais, deixando famílias sem dinheiro para despesas básicas.

Cansadas de verem os maridos gastar os ordenados no jogo, muitas vezes em poucas horas, mais de uma dezena de mulheres dos concelhos de Paredes e Penafiel denunciaram às autoridades, nos últimos meses, a existência de máquinas ilegais em cafés e bares da região. Através de telefonemas quase sempre anónimos, de forma a evitar represálias por parte dos próprios companheiros, as mulheres contam aos guardas dos diferentes postos da GNR que, devido ao vício dos homens, ficam sem dinheiro até para adquirir comida para os filhos.

IN:JN