Amantes de café dirão que qualquer altura do dia é boa para beber café, mas um estudo feito por cientistas militares dos Estados Unidos avançam que há uma altura do dia em que, ao consumir esta bebida, estamos a tirar o seu maior proveito.

Os dados avançados baseiam-se num algoritmo que aponta recomendações específicas a cada caso tendo como objetivo o máximo proveito com o mínimo consumido, isto porque a dose diária recomendada são três chávenas de café por dia, limite muitas vezes ultrapassado.

Tal algoritmo conta com os dados já inseridos num modelos computacional sobre privação de sono, consumo de café, impacto da cafeína no sono e estado desperto

Ao seguir o algoritmo, garantem os autores do estudo, é possível um aumento de até 64% das vantagens conseguidas (ou esperadas) aquando do consumo de café e de uma diminuição de até 65% do que seria anteriormente bebido num dia. O algoritmo vai por isso ser usado pelos militares dos Estados Unidos, além de ficar disponível online para qualquer um que queira conhecer o seu caso.

O projeto, 2B-Alert já conta com página web, mas até agora apenas alerta para os perigos do café. Espera-se que até ao final do ano a ferramenta esteja pronta para pesquisa.

IN:NM