No dia 2 de julho, Angel Perez, de 60 anos, saiu de casa para ir pescar caranguejos no rio Maurice, em New Jersey, nos Estados Unidos.

No entanto, o homem entrou em contacto com uma bactéria que provocou-lhe uma infeção grave e que pode mesmo custar-lhe a vida. Trata-se da vibrio vulnificus, uma bactéria que costuma ser encontrada em águas costeiras, revela a estação televisiva WPVI.

No dia seguinte à pescaria, Angel queixou-se de dores numa das pernas que começou a inchar. O homem dirigiu-se às urgências do hospital mas o seu estado continuou a piorar. Começou a alucinar e os seus rins começaram a falhar.

A infeção espalhou-se à outra perna e aos braços. Dilena Perez-Dilan, a filha de Angel, diz que os médicos traçam um cenário negativo relativamente ao estado de saúde do seu pai. “A escolha é a vida ou os membros, e já ouvi isso várias vezes”.

As infeções causadas pela vibrio vulnificus podem entrar “por uma ferida e provocar outras complicações como a fascite necrotizante”, como aconteceu no caso de Angel Perez.

De acordo com o Centro de Controlo de Doenças norte-americano, registam-se cerca de 205 casos por ano de pessoas que contraem esta bactéria no país. Alguns casos implicam a amputação de membros. Em 15 a 30% dos casos são fatais.

IN:NM