A pesquisa aponta ainda que estes indivíduos têm uma maior contagem de espermatozóides, comparativamente a outros homens que bebem mais ou menos quantidades de álcool.

O seu esperma é também mais forte e saudável, apresentando assim uma maior de probabilidade de atingir o óvulo da parceira.

Para efeitos daquela pesquisa, os investigadores questionaram 323 homens acerca dos seus hábitos de consumo de álcool e analisaram amostras do seu sémen.

Aqueles que ingeriam entre quatro a sete bebidas alcoólicas, durante a semana, produziam mais esperma e de melhor qualidade.

A líder do estudo, a médica Elena Ricci, do hospital Policlinico, em Milão, disse: “O consumo moderado de álcool parece estar positivamente associado à qualidade do sémen”.

Os resultados da pesquisa inédita foram publicados no periódico científico científico Andrology.
Recomendados para si

IN:NM