Um homem britânico de 29 anos confessou ao The Sun ter traído a mulher variadas vezes com colegas de trabalho, dizendo sentir-se muito arrependido e preocupado com o que pode ter causado no seu casamento.

Numa carta enviada à coluna sentimental daquele jornal, o piloto de aviões revela que é casado com uma mulher de 27, com quem acabou de ter a primeira filha. Os dois conheceram-se por motivos profissionais e casaram passado um ano. Mas tudo mudou quando a mulher ficou em casa com licença de maternidade.

"Uma noite fiquei retido no Dubai depois de uma tempestade atingir o Reino Unido no mês de dezembro. Eu e os meus colegas ficámos hospedados num hotel. Estivémos a noite toda a beber e a jogar ao 'Verdade ou Consequência' quando alguém perguntou a uma hospedeira de bordo que eu sempre considerei atraente se havia alguém da equipa com quem ela gostaria de se enrolar. Sem rodeios ela apontou para mim. Senti-me lisonjeado", confessa.

Foi então que o pai de 29 anos decidiu enviar uma mensagem à colega quando cada um foi para os quartos. "Ela convidou-me para ir ter com ela, começámos a beijar-nos e fizemos sexo. Naquela altura não pensei na minha mulher", assume.

Desde então, que o britânico confessa nunca mais ter consegiuido parar de fazer sexo com aquela e muitas outras colegas da sua tripulação. "Comecei a aproximar-me de muitas das hospedeiras de bordo e tive sucesso com mais algumas. Agora é uma questão de tempo até que alguém conte à minha mulher o que andei a fazer", termina.

Ler mais em: CM