BMC: O 'FIM' DE UMA EQUIPA HISTÓRICA



Depois de 12 anos, o reinado da BMC chega ao fim com a extinção da equipa, que muda toda estrutura (dirigentes, técnicos, corredores e pessoal auxiliar) para a Polónia, concretizando a fusão com a CCC-Sprandi Polkowice, que no próximo ano será designada por Team CCC e da qual fará parte o português Amaro Antunes. «Mudamos de nome mas não vamos mudar os nossos objetivos», afirmou Jim Ochowicz, diretor geral da equipa.

A BMC (Bicycle Manufacturing Company) é uma empresa com sede em Grenchen, na Suíça, que constrói e distribui bicicletas de competição, BTT e lazer, com delegações em todos os continentes. Em 1986 o americano Bob Bigelow fundou a BMC, que montava e distribuía as bicicletas Raleigh. Depois de perder a licença de distribuidor, começou a construir bicicletas com a marca BMC, que se expandiu a partir de 2001, depois de um ano antes ter sido comprada por Andy Rihs, proprietário duma companhia de próteses auditivas e principal patrocinador da equipa de ciclismo Phonak.

Como principal patrocinador, a BMC conquistou algumas das competições mais importantes do mundo, começando pela Volta à França em 2011, com Cadel Evans. Em 2012, Philippe Gilbert sagrou-se campeão do mundo na prova em linha, Rohan Dennis foi campeão do mundo de contrarrelógio este ano, e em 2014 e 2105 campeão do mundo por equipas em contrarrelógio.

A Bola