Para lidar com a impotência, um novo estudo grego sugere que deve incluir apenas umas colheres de azeite na sua dieta. Aliás, os investigadores concordam que aquele tempero poderá ser até mais efetivo do qualquer tratamento à base da toma de fármacos.

“Hábitos relacionados com o estilo de vida, nomeadamente o tipo de dieta e a prática ou não de exercício físico, têm um impacto tremendo não só nas artérias, mas também na qualidade de vida, incluindo na capacidade sexual dos homens a partir da meia idade até à velhice”, disse a investigadora e líder do estudo Christina Chrysohoou, docente na Universidade de Atenas, na Grécia.

“Consumir azeite e uma dieta mediterrânica contribui significativamente para a manutenção da proeza sexual dos homens”.

Para efeitos daquela pesquisa, foram recrutados mais de 600 homens com o intuito de examinar a forma como a ingestão de uma dieta mediterrânica impacta na saúde sexual dos indivíduos do sexo masculino.

O padrão dietético – altamente recomendado pelos especialistas por ser um dos mais benéficos para a saúde como um todo – encoraja o consumo de fruta, de vegetais e frutos secos. Enquanto que se carateriza pela menor ingestão de carne e de alimentos processados, dando por exemplo predileção ao uso de azeite em detrimento de manteiga ou outros óleos.

Os participantes que seguiram aquela dieta conseguiram reduzir o risco de disfunção erétil até 40%. Os homens que consumiram pelo menos nove colheres de azeite por semana não só apresentaram um menor risco de sofrer de impotência, mas também revelaram notavelmente ter índices mais elevados de testosterona.

“Trata-se de uma solução natural que permite aos homens manterem a sua saúde sexual, mas também uma resposta a longo termo na proteção da habilidade dos homens de desempenharem as suas funções na intimidade”, referiu Chrysohoou.

Acrescentando: “O viagra não melhora a performance sexual a longo prazo e o seu efeito é apenas momentâneo”.

Os investigadores explicam que os componentes do azeite promovem a dilatação das artérias, o que por sua vez beneficia a circulação sanguínea, melhorando consequentemente a função sexual.

RECOMENDADOS PARA SI

IN:NM