Sim, beber chá tem inúmeros benefícios para a saúde, porém o que poucos sabem é que nem todo o chá é indicado para todos. O chá preto é um deles.



Apesar de possuir diversos benefícios, o chá preto deve ser evitado por pessoas que têm pressão alta, por exemplo. Assim como o chá verde, o chá preto possui muitas substâncias estimulantes que ao invés de ajudar, podem atrapalhar a saúde de pessoas hipertensas ou que sofrem de prisão de ventre.

Benefícios

Os chás extraídos da Camellia sinensis são ricos em antioxidantes, cafeína, vitaminas e minerais como cálcio, potássio e fósforo, entre outros.

Essas propriedades ajudam no combate aos radicais livres, previnem o envelhecimento precoce, ajudam no emagrecimento, na redução das taxas de colesterol ‘mau’ (LDL) e no controlo da diabetes tipo 2.

O chá preto é o que possui menos antioxidantes comparativamente aos outros tipos porém, como possui maior quantidade de cafeína, é o que tem um maior efeito na perda de peso, segundo os nutricionistas.

Assim como os outros chás extraídos da mesma planta (incluindo o chá verde), o chá preto também possui propriedades anti-inflamatórias e, se consumido moderadamente, ajuda a regular a pressão arterial, prevenindo problemas cardiovasculares.

Em resumo podemos destacar como benefícios do chá preto:

- Ajuda a manter o cérebro sempre alerta e estimula o sistema nervoso central;

- Protege as células do organismo devido à ação antioxidante;

- Facilita a digestão;

- Ajuda a hidratar o organismo;

- Diminui o apetite, pois dá uma sensação de conforto no estômago;

- Acelera o metabolismo.

Malefícios do chá preto

Efeito adstringente

O chá preto também é composto por taninos que têm esse efeito adstringente, ou seja, pode secar e desidratar o intestino, ocasionando prisão de ventre e atrapalhando a absorção de nutrientes. Além disso, essa disfunção prejudica a absorção do ferro pelo organismo podendo causar anemia.

Efeito excitante

A cafeína juntamente com outros alcalóides contidos no chá preto pode afetar negativamente o sistema nervoso, devido aos efeitos estimulantes destes componentes. Por isso, o consumo excessivo de chá preto pode causar sintomas como:

- dor de cabeça;

- nervosismo;

- irritabilidade;

- alterações no ritmo cardíaco;

- tremores;

- ardor no estômago;

- enjoos;

- zumbidos nos ouvidos;

- convulsões;

- confusão mental;

- dependência psicológica.

Efeito desmineralizante

Devido ao efeito diurético, o consumo excessivo de chá preto pode causar a perda de grande quantidade de eletrólitos, o que por consequência causa outros problemas como cãibras.

Por isso, recomenda-se o consumo de no máximo duas a três xícaras de chá preto por dia. Mais que isso pode acarretar os distúrbios relatados acima.

Quem deve evitar de beber chá preto:

- Pelos motivos expostos, o consumo de chá preto não é indicado para:

- Pessoas com problema de pressão arterial (hipertensão);

- Mulheres grávidas ou em período de amamentação, pois os seus efeitos podem estimular demais o organismo e afetar a saúde do bebé;

- Pessoas com anemia;

IN:NM