Um homem que foi às urgências a tossir sangue e a queixar-se de dificuldades em engolir surpreendeu os médicos que encontraram a dentadura falsa alojada na laringe.

O caso insólito teve lugar no hospital universitário James Paget, em Inglaterra, e foi agora tornado público na revista científica "BMJ Journal". Os médicos acreditam que o homem, de 72 anos, poderá ter engolido a placa dentária durante uma cirurgia a que tinha sido submetido dias antes para remover um nódulo benigno da parede do abdómen.

A placa demorou vários dias até ser encontrada. Inicialmente, os médicos examinaram a parte de trás da garganta e, aparentemente, não encontraram nada de errado, tendo também realizado uma radiografia ao tórax e exames ao sangue. O diagnóstico inicial apontou para uma infecção, sendo-lhe receitado antibióticos e esteroides.

Dois dias depois, o paciente regressou ao hospital, queixando-se de que não podia tomar os comprimidos porque tinha dificuldades em engolir. Depois de mais uma ronda de exames, a equipa médica colocou a hipótese de o homem ter uma pneumonia desencadeada pela inalação de um qualquer objecto. Foi, então, reencaminhado para um otorrino.



Os médicos inseriram um tubo flexível no nariz do paciente e foram surpreendidos ao encontrarem uma placa metálica a cobrir as cordas vocais do doente. "Quando foi explicado ao doente o que tinha acontecido, ele disse que a prótese se tinha perdido durante o internamento, oito dias antes", escreveu Harriet A Cunniffe no relatório médico.

Os dentes falsos foram removidos com o apoio de uma par de fórcepes, mas os problemas de saúde não passaram.

O diagnóstico que indicava a pneumonia estava certo e o homem continuou a tossir sangue. Perdeu tanto sangue que foi obrigado a fazer mais duas cirurgias e transfusões de sangue.

IN:JN