Sim, beber água faz bem. Mas, por vezes não faz assim tão 'bem'.



Todos sabemos – ou deviríamos saber – a importância de beber água regularmente, entre dois a três litros por dia. Porém, até mesmo o excesso de água pode fazer mal, sendo que em algumas situações é preferível abster-se.

1. Exatamente antes de ir dormir

Se tiver que tomar um comprimido então beba, mas pouca. O consumo excessivo de água nesse momento pode atrapalhar o sono, fazendo com que acorde para ir à casa-de-banho várias vezes, mas, mais grave, é o facto de que em estado de repouso os nossos órgãos funcionam mais lentamente, inclusive os rins. Por isso, se exagerar na ingestão é normal que acorde com um inchaço mais aparente no rosto e nos membros.


2. Durante um treino intenso

Quando a prática de exercício é intensa, o corpo acaba por libertar muita água na forma de suor, e a temperatura corporal torna-se mais elevada. Naturalmente, irá tender a ingerir muita água para tentar controlar a situação. Contudo, esse gesto pode afetar os eletrólitos, provocando tonturas, náuseas e dores de cabeça. Sem contar que líquido em demasia no organismo sobrecarrega o coração, que já está a trabalhar arduamente. Por isso, o ideal é repor o líquido depois de terminar o treino e de estar descansado.

3. Caso a sua urina esteja transparente

Quando o xixi tem uma coloração muito clara tal pode significar que está a beber água em excesso. Assim, pode estar consequentemente a expelir mais sódio do que o ideal, algo que pode nos casos mais extremos levar a um ataque cardíaco.

4. Quando ingere pimenta

A pimentas contém o componente capsaicina, responsável pelo ardor que provoca. Para combater essa ardência, é ideal ingerir líquidos como o leite, que neutralizam os efeitos da capsaicina. Beber água só vai ajudar a espalhar ainda mais a substância na boca e no esófago.

5. Durante as refeições

A saliva contém substâncias essenciais para o começo da digestão. Pode ainda ajudar a combater substâncias nocivas que se acumulam nos dentes, por exemplo. Ao beber água às refeições, acaba por diluir a saliva e por sua vez dificultar o processo digestivo.

6. Se for água do mar

Claro que ninguém decide espontaneamente beber água do mar, mas acidentes acontecem, certo? Cuspa o máximo possível se lhe entrar água salgada na boca, já que o mar contém inúmeros micro-organismos que podem ser prejudiciais para a saúde. De certeza que não quer contrair um rotavírus nas férias ou no fim-de-semana.

Sem esquecer que o sal da água do mar causa desidratação!

IN:NM