O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um comunicado dando conta da depressão 'Amelie' e dos seus efeitos em Portugal continental durante o fim de semana e segunda-feira, dia 4.

A depressão 'Amelie' estava centrada a sul da Islândia às 21h de ontem, dia 1, e em deslocamento para leste-sueste, em direção ao Golfo da Biscaia.

Em Portugal continental a referida depressão "não deverá ter impacto significativo no estado do tempo", prevendo-se ocorrência de precipitação e intensificação do vento a partir do final deste sábado no litoral Norte e Centro e nas terras altas.

A acumulação de precipitação não deverá atingir valores correspondentes ao aviso amarelo, no entanto as rajadas de vento máximas nas terras altas poderão ter intensidades até 90 km/h, ou seja, já no limiar mais baixo do aviso amarelo podendo vir a ser emitido esse aviso para as respetivas regiões.

As zonas marítimas de responsabilidade nacional serão afetadas com agitação marítima forte e consequente emissão de aviso amarelo a norte do Cabo Raso para domingo.

Para este sábado, o IPMA prevê períodos de chuva ou aguaceiros, sendo a partir da manhã em especial no litoral Norte e Centro, temporariamente menos intensos durante a tarde.

Até ao início da manhã, na região Sul, existe a possibilidade de ocorrência de aguaceiros localmente fortes e que podem ser acompanhados de trovoada e rajadas fortes.

Nas terras altas o vento soprará moderado a forte (30 a 45 km/h) do quadrante oeste, por vezes com rajadas até 80 km/h, em especial a partir do final da tarde.

Este sábado é esperada também uma descida da temperatura. As máximas variam hoje entre os 23ºC em Faro e os 13º na Guarda, distritos que registam, respetivamente, a mínima mais alta e a mais baixa: 18ºC e 9ºC.

Na Madeira, onde não está prevista chuva este sábado, as máximas rondam os 25ºC e as mínimas 20ºC.

Nos Açores também não deverá chover, apesar das nuvens carregadas. As termómetros oscilam entre os 20 e 21ºC de máxima, e os 16, 17ºC de mínima.

IN:NM