Gemma Watts, uma mulher britãnica, de 21 anos, vestia-se como um rapaz adolescente para conseguir conhecer crianças do sexo feminino nas redes sociais e, posteriormente, abusar sexualmente das menores.

De acordo com a BBC, para conseguir conhecer e falar com as vítimas, Gemma fazia-se passar por um jovem, de 16 anos, chamado Jake Waton. Através de um perfil falso nas redes sociais, a agressora trocava fotos íntimas com as meninas antes de combinar um encontro com as mesmas. As fotos do perfil de Jake eram imagens da própria Gemma vestida como um rapaz.

A mulher, residente em Enfield, já foi detida e condenada a oito anos de prisão. Durante o julgamento, Gemma acabou por confessar ter cometido crimes sexuais que envolviam quatro crianças, com idades compreendidas entre os de 13 a 16 anos.

Os abusos ocorreram em diversos pontos do Reino Unido, sendo que, após conhecer as vítimas, a agressora viajava de avião até onde estas morassem.

Contudo, a polícia acredita que Gemma pode ter abusado sexualmente de mais de 50 menores. Segundo a Scotland Yard, todas as vítimas acreditavam que estavam num relacionamento com um adolescente até mesmo depois de serem sexualmente abusadas.


IN:NM