Atestar o depósito de um automóvel com motor a combustão vai voltar a ficar novamente mais barato a partir da próxima segunda-feira, dia 23 de março, com os preços internacionais do gasóleo e da gasolina a sofrerem quedas acentuadas devido ao coronavírus.

Segundo os cálculos do Negócios, há margem para uma descida de 6 cêntimos na gasolina simples 95 para os 1,335 euros por litro, o que representa um mínimo desde agosto de 2016, naquela que será a quarta semana consecutiva de quedas para este ativo.

Já no preço do gasóleo simples, existe a possibilidade de uma queda de 5 cêntimos no gasóleo simples para os 1,228 euros por litro - um mínimo desde setembro de 2017. Será a décima semana consecutiva em que o gasóleo desvaloriza nas gasolineiras portuguesas.

Ao Negócios, uma fonte do setor petrolífero disse que o preço do gasóleo simples deverá sofrer uma queda de 3,5 cêntimos por litro e o preço da gasolina simples 95 uma desvalorização de 6,5 cêntimos por litro.
Flourish logoA Flourish data visualisation

Estas quedas em Portugal, surgem numa altura em que o país vive em estado de emergência, com a maioria da população a trabalhar a partir de casa, com menos movimento nas ruas e, consequentemente, em que o uso de veículos é mais escasso.

De salientar, as robustas quedas sentidas no mercado petrolífero, com o Brent e o WTI a afundarem desde que a Arábia Saudita abriu uma guerra de preços, ao prometer inundar o mercado com um volume muito grande de petróleo e a um preço muito mais barato. No entanto, hoje os preços dos sois ativos seguem em recuperação e o norte-americano West Texas Intermediate chegou mesmo a disparar 23%, naquela que foi a sua maior subida de sempre.

O ano começou com o preço dos combustíveis a registar uma subida, devido ao aumento de impostos e taxas, que as gasolineiras decidiram incorporar nos preços, mesmo antes de o Governo ter publicado as portarias que os atualizam. No entanto, têm conhecido quedas semanais consecutivas.

Estes preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

A evolução dos preços dos combustíveis é calculada tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Ainda assim, a evolução dos custos dependerá de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).


IN:NEGOCIOS