Apesar de estarmos numa época onde o desfrutar de um carro elétrico não é de todo aconselhado, a verdade é que a vida continua. O mercado automóvel não tem parado de criar e produzir novas ofertas. Um desses exemplos é a Mercedes, que continua a apostar neste segmento. Ano passado a marca alemã introduziu o Mercedes-Benz EQS AMG que foi apresentado como tendo um par de motores elétricos capazes de atingir até 350 kilowatts (470 cv) de potência.




Agora, segundo algumas informações, a empresa automóvel germânica está supostamente a produzir uma versão ainda com mais potência, um elétrico que pode ter mais de 600 cv.








Próxima geração de elétricos Mercedes-Benz


Segundo a publicação inglesa Autocar, as informações reveladas foram transmitidas por “engenheiros de alto nível” da Mercedes-Benz. Mais particularmente da divisão de automóveis de desempenho AMG, que neste momento estão a trabalhar com uma excitante variante do EQS.




Conforme foi transmitido, esta berlina, derivada do protótipo Vision, só será lançada em 2022. Contudo, os traços não enganam, estaremos a ver seguramente uma eletrificação do bruto Mercedes-AMG S63.











Mercedes usará a plataforma EVA para chegar ao EQS AMG


Totalmente equipada com uma configuração de dois motores, este bólide fornecerá mais de 600 cv. É um feito impressionante, embora não corresponda à força total do Modelo S da Tesla. No entanto, à medida que a classe de VE de luxo continua a expandir-se, o EQS da Mercedes-Benz irá muito provavelmente superar os seus concorrentes em termos de conforto e do seu habitáculo de topo.




Assim, o novo EQS será feito a partir da nova plataforma EVA e terá dimensões muito similares às de um CLS. Este elétrico, que terá o nome de EQS 550 4Matic, foi apresentado como tendo 470 cv e 759 Nm. Contudo, os homens de Affalterbach irão levar este coração que bate dentro do carro a conseguir tirar mais de 600 cv e 900 Nm de binário na versão AMG.



Esta versão “com estoires” contará com um novo sistema de tração integral que será capaz de debitar a potência necessária em cada uma das quatro rodas.



É verdade que foi veiculado que as primeiras versões do EQS totalmente elétrico da empresa começarão a ser produzidas em 2021. No entanto, provavelmente, estarão somente disponíveis para aquisição em 2022. Portanto, é bastante seguro dizer que a versão EQS AMG só será totalmente revelada após a primeira versão do EQS iniciar a produção.










Um AMG que continuará a tirar o sangue das veias


Apesar de não ser o expoente máximo em termos de poder de arranque, a verdade é que o AMG EQS deverá ser capaz de anunciar 0-100 km/h abaixo da barreira dos 4 segundos. Além disso, este bólide conseguirá uma velocidade máxima limitada a 250 km/h.




Em termos de armazenamento de energia, este virá equipado com baterias de iões de lítio com 100 kWh de capacidade, colocadas no piso de carro. Nesse sentido, a marca espera garantir uma autonomia real para cerca de 515 km (WLTP) e será capaz de carregar 80% em cerca de 20 minutos numa tomada de 350 kW.




Portanto, estaremos em breve a assistir a um mercado com ofertas de alto desempenho no segmento dos elétricos, desafiando os bólides a gasolina.





PP