A pandemia confinou mais de meio mundo dentro de portas e viajar passou para um plano secundário. Contudo, o mundo não ficou com as regras mais brandas, bem pelo contrário. Os Passaportes atualmente são cada vez mais um documento fundamental e sobre eles recai uma grande responsabilidade na mobilidade humana. Muitas pessoas desconhecem a força que cada Passaporte tem no mundo. Para isso, existe um serviço online que classifica e explica o poder deste documento de identificação.



Portugal tem um Passaporte dos mais fortes do mundo, estando mesmo à frente dos Estados Unidos. A COVID-19 seguramente tem a sua responsabilidade. Vamos olhar para o Passport Index.







Passport Index ou o poder de cada país


O Passport Index classifica os Passaportes do mundo pela forma como os cidadãos podem, livremente, viajar pelo mundo sem a necessidade de um visto. Esta plataforma classifica os Passaportes por pontos e tal pontuação confere ao utilizador informações sobre que acessos tem por esse mundo fora sem ser necessário um visto.




Quando é feito o somatório, chega-se ao Visa Free Score. Então, quanto mais alto for o Visa Free Score, mais poderoso é o Passaporte.





Ranking de poder dos Passaportes

Partindo deste mês de abril, ano de 2020 e no estado de pandemia mundial, os Emirados Árabes Unidos ocupam o primeiro lugar destacado. Têm 178 pontos na lista do Visa Free Score. Na segunda posição, encontramos a Alemanha, Finlândia, Luxemburgo e Espanha. Este grupo tem 171 pontos, mas a Alemanha destaca-se ligeiramente na desobrigação do visto.




Portugal aparece no 3.º grupo do ranking, na nona posição. Soma 170 pontos e classifica-se melhor do que países que outrora lideraram esta tabela, como, por exemplo, os Estados Unidos da América que se encontram na 10.ª posição.







Países complicados ocupam a cauda da lista

Os 20 países da cauda são aqueles onde existem conflitos armados, sociedades instáveis e terrorismo. O Passaporte tem pouco poder para os seus cidadãos o usarem nas viagens para grande parte dos países.




Na cauda estão países como Nepal (52 pontos), Etiópia (51 pontos), Nigéria (50 pontos), Bangladeche (50 pontos), Eritreia (50 pontos), Líbia (49 pontos), Coreia do Norte (49 pontos), Sudão (48 pontos), Irão (48 pontos), Territórios da Palestina (46 pontos), Yemen (44 pontos), Somália (42 pontos), Paquistão (42 pontos), Síria (40 pontos), Iraque (37 pontos) e, por fim, o Afeganistão (35 pontos).











Portanto, se quer perceber o que vale um passaporte para cada países, veja e compare usando as ferramentas disponíveis neste serviço. Há algumas curiosidades que também pode perceber e até filtrar pelas 4 cores autorizadas para emissão de um Passaporte.

Passport Index



PP