Portugal vai ter mais radares de velocidade! De acordo com números recentes, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) vai investir 1,6 milhões de euros até 2022 para a instalação e manutenção do sistema de radares de controlo de velocidade.



Tal investimento em radares de velocidade já foi publicado em Diário da República (DR).









De acordo com o que foi publicado em DR, a ANSR pode gastar cerca de 1,6 milhões de euros entre 2020 e 2022 com o SINCRO, estando estipulado para cada ano a verba de aproximadamente 539 mil euros. O sistema SINCRO tem como objetivo a promoção do cumprimento dos limites de velocidade legalmente estabelecidos e, consequentemente, o combate à prática de velocidades excessivas, através da fiscalização contínua e automática da velocidade de cada veículo em cada local de controlo.



O Governo justifica esta verba, sublinhando que…


Os locais de controlo de velocidade são selecionados em função da sinistralidade associada à prática de velocidades excessivas e nos quais não é viável através de medidas de baixo custo de engenharia baixar as velocidades praticadas, o recurso à fiscalização contínua e automática do cumprimento dos limites de velocidade legalmente estabelecidos revela-se um meio eficaz para o acatamento destes limites por parte dos condutores





SINCRO: Onde estão localizados os Radares de Velocidade? SINCRO


Auto-estradas

A1 (Lisboa/Porto)



  • A1, sentido Lisboa-Porto, km 2;
  • A1, sentido Lisboa-Porto, km 189;
  • A1, sentido Porto-Lisboa, km 4;
  • A1, sentido Porto-Lisboa, km 42.



A2 (Lisboa/Albufeira)




  • A2, sentido Algarve-Lisboa, km 9;
  • A2, sentido Lisboa-Algarve, km 14.



A3 (Porto/Valença via Braga)




  • A3, sentido Porto-Valença, km 1;
  • A3, sentido Valença-Porto, km 3.



A4 (Porto/Amarante)




  • A4, sentido Porto-Amarante, km 8;
  • A4, sentido Amarante-Porto, km 15.



A5 (Lisboa/Cascais)




  • A5, sentido Cascais-Lisboa, km 1;
  • A5, sentido Cascais-Lisboa, km 5;
  • A5, sentido Lisboa-Cascais, km 7;
  • A5, sentido Lisboa-Cascais, km 8.



A7 (Póvoa de Varzim/Vila Pouca de Aguiar)




  • A7, sentido Póvoa de Varzim-Vila Pouca de Aguiar, km 38.



A8 (Lisboa/Leiria)



  • A8, sentido Lisboa-Leiria, km 11,4.



A20




  • A20/VCI, Km 12,3;
  • A20/VCI, Km 9,1.



A23




  • A23, Km 18,6.



A24 (Coimbra/Vila Verde da Raia)




  • A24, km 93;
  • A24, km 98.



A25 (Aveiro/Vilar Formoso)




  • A25, entre Sever do Vouga e Reigoso, km 49;
  • A25, entre Reigoso e Oliveira de Frades, km 52;
  • A25, entre Oliveira de Frades e Vouzela, km 62.



A28 (Porto/Valença)




  • A28, na chamada “reta de Mindelo, km 21;
  • A28, na chamada “curva da morte”, na zona de Amorim, km 34.



A29 (Angeja)




  • A29, km 41;
  • A29, km 37;
  • A29, km 47.



Itinerários Principais e Complementares



  • IP3, Vila Verde da Raia/Figueira da Foz, km 69;
  • IP7/Eixo Norte-Sul, Km 10,7;
  • IP7/Eixo Norte-Sul, Km 10,2;
  • IC17, Algés/Sacavém, km 13;
  • IC19, Lisboa/Sintra, km 5;
  • IC19, Lisboa/Sintra, km 6;
  • IC19, Lisboa/Sintra, km 10;
  • IC20, Almada/Costa de Caparica, km 1,7;
  • IC20, Almada/Costa de Caparica, km 1,9;
  • IC20, Almada/Costa de Caparica, km 7.



Estradas Nacionais



  • EN1/IC2, km 125;
  • EN1/IC2, km 186;
  • EN4, km 156;
  • EN6/Marginal, km 8;
  • EN6-3, km 0,7;
  • EN6-3, km 1;
  • EN10, km 50;
  • EN125/ER125, km 68;
  • EN125/ER125, km 102;
  • EN125/ER 125, km 48,7;
  • EN 223, Porto Carvoeiro/Ovar, km 19

Este sistema de radares de velocidade, que vai ser agora instalado em 50 locais, vai juntar-se ao primeiro SINCRO que existe no país desde 2016. Segundo a Lusa, a portaria refere ainda que os encargos financeiros para a instalação e manutenção do SINCRO vão constar do orçamento da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.





PP