Abi McCabe foi uma aluna exemplar na Universidade de Leeds Beckett, no Reino Unido e formou-se em Design Gráfico. A jovem depressa arranjou trabalho, mas o salário, de cerca de 1000 euros por mês não a convenceu. Agora a inglesa mudou de carreira e vende fotos e vídeos de cariz pornográfico na Internet, trabalho que lhe rende mais de quatro mil euros por mês. No entanto, a jovem mente aos pais sobre a sua verdadeira ocupação.

Em entrevista ao Daily Star, Abi conta que, quando ainda trabalhava como designer, experimentou alguns trabalhos como modelo, mas o dinheiro que ganhava continuava a não ser suficiente para a jovem poder ter o seu próprio apartamento. Uma amiga sugeriu-lhe que começasse a vender fotos suas nua na Internet e Abi decidiu arriscar.

Ao fim de dois anos na nova carreira, Abi ainda não teve coragem de contar aos pais sobre o que faz, e por isso continua a dizer-lhes que trabalha como designer gráfica.

"Não descarto a hipótese de voltar ao design mas, de momento, adoro o meu trabalho. Trabalho as horas que quero, sou a minha própria chefe, ganho muito dinheiro e tenho a minha liberdade. O meu pai não é muito bom com redes sociais, mas eu sou muito boa a esconder coisas. A minha família também não acompanha as notícias, por isso acho que não vão descobrir. Não é garantia nenhuma, é sempre um risco, mas acho mesmo que nem o meu pai, nem os meus avós, vão descobrir", relata a jovem.

Com quase 50 mil seguidores nas redes sociais, Abi diz que não promove demasiado a sua página na plataforma OnlyFans, onde vende os seus conteúdos pornográficos, para que família e amigos não descubram.

"Não faço muita publicidade. E estou surpreendida por ainda ninguém ter descoberto", afirma a jovem.


IN:CM