A tecnologia é uma importante aliada de todo esse processo. Ela pode ajudar a monitorar os principais custos, identificar “gargalos” que custam caro à empresa e obter relatórios com dados verídicos. Tudo em apenas alguns segundos.

É preciso, no entanto, selecionar a tecnologia certa. Há muitas possibilidades. Um software de gestão financeira, por exemplo, facilita o acompanhamento dos custos e o cálculo do ROI sobre os investimentos feitos. Assim, é possível manter o que realmente funciona.

Plataformas de Help Desk, outro exemplo, ajudam em todo o atendimento ao cliente, aumentam a produtividade, reduzem erros e conflitos que custam caro à empresa. Dessa maneira, é possível reduzir custos e aumentar os ganhos no exercício.

Enfim, agora você já sabe o que é gestão de custos e qual a sua importância. Lembre-se de que é preciso começar colocando os custos na “ponta do lápis”, identificando todos (mesmo os menores). Em seguida, é preciso classificá-los e direcioná-los, de modo que os menos rentáveis sejam reduzidos ou eliminados e os mais rentáveis, mantidos ou até ampliados.