De acordo com Thomas Heller, diretor de operações da empresa de mineração de Bitcoin HASHR8, o aumento combinado do hashrate e da dificuldade pode significar problemas para mineradores menos sofisticados.

“Se a dificuldade e o hashrate continuarem a aumentar, as máquinas da velha geração terão dificuldade para continuar minerando”, explicou Heller, acrescentando: “A S9 é a máquina mais comum que ainda está minerando e ainda é lucrativa com US $ 0,03/kWh de potência disponível para hospedagem na China agora. Contudo, depois de outubro, quando a estação das chuvas terminar e os preços de hospedagem forem de US $ 0,05/kWh +, é provável que a S9s não seja lucrativa nessa faixa de preço. ”

De acordo com os dados do BTC.com, o próximo ajuste de dificuldade, ocorrido a 7 de setembro, houve outro aumento, desta vez em 3,5%, empurrando a dificuldade de rede do Bitcoin para outro recorde histórico de mais de 18 trilhões.