Antes das orações e cerimônias de sexta-feira à noite,
Moishe foi até seu amigo Isaac e disse: "Preciso de um favor.
Estou dormindo com a esposa do rabino.
Você pode segurá-lo na sinagoga por uma hora depois das orações e rituais do shabbat para mim?"
Isaac não gostou muito da idéia, mas,
sendo amigo de toda a vida de Moishe, ele concordou com relutância.
Após os serviços, Isaac iniciou uma conversa com o rabino,
fazendo-lhe todo tipo de perguntas estúpidas -
apenas para mantê-lo ocupado. Depois de algum tempo,
o sábio rabino ficou desconfiado e perguntou:
"Isaac, o que você realmente está fazendo?"
Isaac, cheio de sentimentos de culpa e remorso, confessou ao rabino: "
Sinto muito, rabino.
Meu amigo está dormindo com sua esposa agora, então ele me pediu para mantê-lo ocupado".
O rabino sorriu, colocou a mão fraterna no ombro de Isaac e disse:
"É melhor você se apressar para chegar em casa, Isaac. Minha esposa morreu há dois anos".