Um 'alarme Covid' feito em Inglaterra poderá ser a nova arma para detetar a doença dentro de uma sala e em apenas 15 minutos. O dispositivo é colocado no teto e é do tamanho de um detetor de fumo.

Os investigadores esperam que possa ser usado em salas de aula, locais de trabalho e lares de idosos quando conseguirem demonstrar ter uma precisão de 98 a 100%, conta o Sunday Times. Isso fará com que seja tão fiável quanto um teste PCR e mais rápido do que os testes feitos em casa.

Foi desenvolvido pela Roboscientific, de Cambridgeshire, e rastreia químicos produzidos pela pele ou presentes no hálito de pessoas infetadas pelo coronavírus, precisando apenas de 15 minutos para enviar os resultados para um smartphone.

Esses compostos orgânicos criam odores muito subtis para o nariz humano, tendo já sido provado que podem ser detetados por cães, mas o alarme é mais preciso e prático.

O aparelho pode encontrar pessoas com o vírus mesmo que ainda não tenham apresentado os sintomas.

Para já está a ser testado na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres e na Universidade de Durham e deverá custar cinco mil libras (cerca de 5.800 euros).

Será desenvolvida. também, uma versão portátil para testar pessoas em dois minutos.


IN:NM