Apesar de estar muito relacionada com Espanha, a raiz da sesta está no antigo Império Romano, época em que a população dividia o dia em 12 horas, de acordo com a luz do sol.

Assim, a metade do dia, ou a “sexta hora”, era dedicada pelos romanos a um descanso das obrigações. A tradição chegou a Espanha a partir do século 11, quando se tornou regra na ordem São Bento que os monges dormissem entre as duas e três horas da tarde. O costume difundiu-se pela restante da população e perdura até hoje.

Benefícios da sesta

sensação de bem-estar
melhoria da cognição
sensação de alerta
melhoria da memória
aumento da concentração
diminuição dos riscos de enfarte

Tempo ideal para a sesta

O ideal é que a sesta depois do almoço seja rápida: entre 15 e 30 minuto. Se a pessoa fizer uma sesta prolongada, de uma hora, por exemplo, pode atrapalhar o sono noturno.

Para quem gosta de fazer a sesta, o ideal é ter uma rotina de sono: dormir sempre no mesmo horário e durante o mesmo espaço de tempo. Quanto mais rotina, melhor. O organismo agradece.


IN:FOREVER