Durabilidade

Um dos primeiros aspectos que vem a cabeça quando falamos sobre teclados mecânicos é a sua durabilidade. Tudo bem que há vários exemplos de teclados de membrana que duraram cerca de 10 anos e que isso é uma durabilidade excelente, mas ao mesmo tempo também temos teclados mecânicos que estão funcionando perfeitamente após mais de 20 anos de uso e isso é um mérito e tanto.

Claro que também não é qualquer modelo que irá durar todo este tempo, será necessário investir um pouco mais em um modelo com switches de alta qualidade, keycaps que não desgastam com o tempo, soldas de boa qualidade, PCB com boa proteção dentre outras coisas.

Conforto

Bom, esse é um tópico que pode causar um pouco de confusão, mas estamos aqui para explicar não é mesmo? O conforto pode ser medido de várias maneiras, desde switches mais leves para causar menos fadiga nos dedos até o acabamento da textura superior do teclado, que dependendo do material pode dar uma sensação de produto de alta qualidade ou super barato.

Não há um medidor exato ou específico para falar sobre isso, cada pessoa tem um gosto diferente, e a modularidade dos teclados mecânicos faz com que produtos para quase todos os gostos sejam oferecidos, algo que com outros tipos de teclados não acontece.

NKRO Rollover (e outros)

Aqui está um ótimo motivo para quem joga mais seriamente e precisa fazer pressionamentos extremamente rápidos de várias teclas e precisa que todas sejam reconhecidas perfeitamente pelo seu computador, algo que a grande maioria dos teclados mecânicos cobre.

O nome desta tecnologia é N-Key Rollover, ela é simples mas extremamente útil em casos como o que citei acima. Ele permite que você pressione mais de uma tecla simultâneamente sem que haja erros no registro de teclas. Em teclados que tem 2KRO por exemplo, você pode pressionar duas teclas ao mesmo tempo até que o teclado pare de responder corretamente, seja por não registrar a partir da terceira tecla (este é o Anti-Ghosting que você vê bastante em propagandas de teclados) ou por inserir uma letra/número aleatório (isso acontece quando se atinge o limite de Rollover e o teclado não conta com Anti-Ghosting).
Só preste atenção na hora de comprar um teclado mecânico, pois não são todos que oferecem NKRO, alguns são limitados a 6KRO e já vi exemplo de 4KRO (este último já faz algum bom tempo). Há também teclados que tem áreas específicas com NKRO, mas um modelo específico não vem a memória.

Escolha de Switches

A parte de poder escolher os switches entra um pouco na parte de conforto, mas ainda assim vale a menção em um tópico separado, afinal somente em teclados mecânicos/óptico-mecânico é que você tem a possibilidade de escolher como o seu teclado irá se comportar enquanto é usado.

As opções de switches são muito variadas e as opções continuam a aumentar, principalmente quando se trata de modelos inspirados nos Cherry MX, que são quase que unanimidade no mercado. As diferenças entre os switches podem ser várias, alguns exemplos são o ponto de ativação, a força necessária para acionar o switch e se ele é clicky ou não.

Iluminação por tecla

E por último mas não menos importante temos o RGB, que aumenta o seu FPS em 10 a cada LED a mais no computador, que é muito útil para pessoas que querem trocar a cor de seu computador mas não quer comprar novos periféricos, é só trocar a cor da iluminação e está tudo certo.
Mas o RGB em sí não é a vantagem afinal vários teclados de membrana também contam com o isso, a vantagem é poder escolher qual a cor de cada tecla separadamente assim como poder fazer efeitos mais complexos como Visualizador de Áudio e outros mais.