O cancro do pâncreas é um dos mais comuns do sistema digestivo. Não existe uma forma de o prevenir, a não ser adotar hábitos saudáveis. Muitas vezes acaba por ser difícil de o detetar. Segundo o Instituto Nacional do Cancro norte-americano, em mais de 80% dos casos só percebe que está doente quando existem outros órgãos a serem afetados.

Contudo, existem alguns sintomas que podem indicar este cancro. O melhor é estar atento e começar a fazer os despistes necessários. Descubra os primeiros sinais de alerta.

Dor abdominal e nas costas

Neste caso, acaba por ser confundido com outras doenças. "Este cancro começa nos tecidos do pâncreas, um órgão do abdómen que se encontra na parte inferior do estômago", explica o Instituto Nacional do Cancro norte-americano

Tom amarelado na pele

"A icterícia pode ser causada pelo acumular de um dos componentes produzidos no fígado. Acaba também por ser um dos sintomas de cancro do pâncreas." Este tom amarelado pode ser frequente na pele e também na zona dos olhos.

Diabetes

"Um dos trabalhos do pâncreas acaba por ser a produção de insulina. A diabetes pode desenvolver-se em pessoas que têm algum problema com este órgão."

Mudanças nas fezes

O pâncreas acaba por afetar a digestão. Se não estiver a fazer o trabalho adequado, poderá alterar as vezes. "Podem ter um cheio pior", conta o Instituto Nacional do Cancro.

Passado familiar

Se tiver pais ou familiares com cancro do pâncreas o melhor é ter atenção. "Pode até fazer um teste genético para perceber o risco que tem para este e outros tipos de cancro."


IN:NM