Almada: Trafaria, Pescador levado

mirror

In Memoriam
Entrou
Mar 13, 2007
Mensagens
23,548
Gostos Recebidos
0
André Luís Cruz, 32 anos, pescava amêijoa, com fato de mergulho e botija de gás, junto ao cais da Trafaria, Almada, quando amigos e companheiros de pesca deram pela sua falta.

A família, assim que foi informada, deu o alerta às autoridades por volta das 21h00 de sábado. Ontem de manhã, mergulhadores da Marinha, apoiados por um semi-rígido da Polícia Marítima, procederam a buscas no local onde se supõe que André tenha desaparecido. Mas a falta de visibilidade das águas fez com que as operações fossem interrompidas, sendo retomadas esta manhã.

Fonte oficial da Marinha explicou que, devido às marés, à pouca visibilidade e à grande área a investigar, será necessário utilizar "um sonar lateral".

André Luís Cruz é natural de São Paulo, Brasil, e está em Portugal há cinco anos. Começou a dedicar-se à pesca de arrasto, em grupo com outros pescadores da zona, mas não ganhava o suficiente. Por isso, desde Janeiro deste ano passou a pescar amêijoa através de mergulho com garrafa de gás. A companheira, Joelma Sousa, de 27 anos, também natural de São Paulo, chegou há um ano.

Joelma passou toda a manhã de ontem junto ao cais da Trafaria, na esperança de que André fosse encontrado.

Os amigos e companheiros de pesca de André explicam que o mais provável é que "com o baixar da maré, ele afastou-se mais da costa, em busca de amêijoas, e foi levado por alguma corrente mais forte, ou então acabou o oxigénio".

"Os amigos dele estiveram toda a manhã, de barco, a percorrer o rio de cima a baixo, ajudando as autoridades, mas não encontra-ram nada", conta Joelma. Acom-panhada por familiares, amigos e vizinhos, Joelma está inconsolável. Não consegue parar de chorar e são poucas as palavras que consegue dizer.

Correio da Manha
 
Topo