Braga: Professor de 55 anos é suspeito de abuso sexual da filha

Rotertinho

GF Ouro
Entrou
Abr 6, 2010
Mensagens
7,905
Gostos Recebidos
8
Braga: Professor de 55 anos é suspeito de abuso sexual da filha
Menor fica com pai sob suspeita

O Tribunal de Família e Menores de Braga voltou a adiar a decisão de alterar a regulação do poder paternal de uma menina de 13 anos, deficiente, que está entregue aos cuidados do pai, um professor, de 55 anos, apesar deste estar a ser investigado por suspeitas de abuso sexual da filha.

Com o adiamento do julgamento, que deveria ter decorrido anteontem, o tribunal mantém a menor, durante pelo menos mais dois meses, aos cuidados do pai sob suspeita, já que a nova sessão só deve ser marcada para depois das férias judiciais.

A criança está entregue ao pai, provisoriamente, desde 2007, uma situação que dura há três anos, apesar de o progenitor estar a ser investigado pelo Ministério Público de Braga.

No início do ano passado, a menina apareceu em casa da mãe com a zona genital totalmente depilada e a queixar-se de dores. Questionada pela mãe sobre quem lhe fez a depilação a criança respondeu que "o pai fez, o pai mexe no pipi e no rabo e dói".

Em pânico, a mãe levou a menina ao Hospital de S. Marcos, em Braga, onde foi garantida a forte hipótese de abusos sexuais. Após várias perícias psicológicas desde o início da investigação, os técnicos concluem que a menina não tem capacidade para inventar histórias e reage de forma violenta quando que lhe falam do pai.


Correio da Manha
 
Topo