China foi o maior mercado mundial de arte em 2011

R

RoterTeufel

Visitante
Pelo segundo ano consecutivo
China foi o maior mercado mundial de arte em 2011


A China foi o maior mercado mundial de arte em 2011, pelo segundo ano consecutivo, com 4,79 mil milhões de dólares (3,77 mil milhões de euros) de vendas, disse esta sexta-feira um jornal oficial, citando a agência internacional Artprice.

Pelas contas publicadas no China Daily, as vendas de arte e antiguidades no país representaram 41,4 por cento das transacções globais do sector, enquanto nos Estados Unidos, que até 2010 eram o maior mercado do mundo, a percentagem foi de 23,5 por cento e no Reino Unido 19,4 por cento.

Só em Pequim, os leilões geraram mais de 3,17 mil milhões de dólares (2,49 mil milhões de euros), "mais do que Nova Iorque ou Londres, indicou a mesma fonte. A China Guardian tornou-se, entretanto, a terceira maior leiloeira do mundo, a seguir à Christie's e Sotheby's, que controlam quase metade dos negócios globais nesta área.

C. da Manha
 
Topo