Greve da polícia: 82 homicídios desde terça-feira em Salvador

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,998
Gostos Recebidos
358
82 homicídios desde terça-feira em Salvador


Pelo menos 82 pessoas foram vítimas de homicídio desde o início da greve da Polícia Militar de Salvador da Bahia, Brasil. Só na sexta-feira morreram 32 pessoas, no dia mais sangrento da vaga de crime.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, do Partido dos Trabalhadores, acusa os oficiais da Polícia Militar de promoverem um «banho de sangue» ao deixarem a terceira maior cidade do Brasil entregue à lei da bala. Mais grave, há registo de agentes policiais envolvidos na onda de criminalidade. Pelo menos um foi detido.

Perante uma crise sem precedentes naquela cidade, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Brasileiras já decretou o envio de 3.000 soldados para a metrópole de 3 milhões de habitantes.

Com a chegada dos primeiros militares, Salvador começava este fim-de-semana a recuperar alguma normalidade depois de vários dias de terror.

Sexta-feira foi o pior dia desde o início da crise, com a morte de 32 pessoas em assaltos, pilhagens e outros crimes.

Na base do protesto de pelo menos 2.000 agentes da Polícia Militar de Salvador estão questões salariais, com os grevistas a exigirem um aumento de 17%.

Actualmente, o salário médio do policia militar brasileiro situa-se nos 2.300 reais (1.000 euros). A justiça considera o protesto ilegal.

Sindicatos e autoridades diferem na apreciação do sucesso da greve, com os primeiros a falarem de uma adesão de 100% e os últimos a apontarem para 20%.

SOL
 
Topo