• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.
Odisseias

Mercedes vai juntar-se à "guerra" dos carros elétricos já em 2018

Amoom

Super-Moderador
Team GForum
Entrou
Fev 29, 2008
Mensagens
5,094
Gostos Recebidos
2
A marca alemã quer lançar um novo modelo elétrico para rivalizar com o Model S da Tesla. O conceito deverá ser apresentado já nos próximos meses.



O futuro da indústria automóvel parece ser cada vez mais nítido no que toca à adoção da eletricidade enquanto força motora.No entanto, além das marcas inovadoras que têm surgido por conta desta nova era dos transportes pessoais, também as fabricantes mais históricas começam a dar consistência à sua oferta elétrica através da construção de modelos para vários segmentos que possam ajudar a manter o seu espaço no mercado.

Com base nesta última lógica, a Mercedes vai apresentar um modelo eléctrico para rivalizar com o Tesla Model S já no próximo mês de outubro. A informação foi confirmada ao Motoring por David McCarthy, responsável pela divisão australiana da empresa,
que aproveitou ainda para deixar a ideia de que este será "um motivo de preocupação para a Tesla".
"Zetsche referiu algumas vezes que a Tesla foi quem tornou os elétricos em carros atraentes e toda a gente sabe o que eles são agora. Será o nosso elétrico um assassino de automóveis Tesla? Não sei, ainda não o vi. Mas não o estaríamos a fazer se não estivéssemos conscientes de que o poderíamos vender.

Estaremos numa fasquia de preço muito semelhante à do Tesla Model S, teremos uma autonomia semelhante, mas o carro será um Mercedes e, por isso, acho que a Tesla tem provavelmente bons motivos para estar preocupada," comentou McCarthy.

O novo sedan elétrico da marca deverá ser a estrela do stand durante o próximo Paris Motor Show a realizar-se já no próximo mês de outubro na capital francesa.

 
Topo