Rajoy garante que será um 'fiel aliado' da Comissão Europeia inShare

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,998
Gostos Recebidos
358
Rajoy garante que será um 'fiel aliado' da Comissão Europeia


O novo chefe de governo espanhol garantiu hoje em Bruxelas, à saída da sua primeira reunião com o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, que Madrid será um «fiel aliado» do executivo comunitário no combate à crise na zona euro.

Numa curta conferência de imprensa conjunta com Durão Barroso, Mariano Rajoy disse que o seu governo será «um interlocutor fiável, sempre comprometido com o interesse geral da Europa», além de defender, naturalmente, os interesses espanhóis, e anunciou desde já o apoio ao que se espera serem os resultados do Conselho Europeu que se celebra hoje em Bruxelas.

Apontando que apoiará quer o tratado intergovernamental sobre o reforço da disciplina orçamental – que, recordou, a Espanha já tem inscrito na sua Constituição -, quer o tratado que regula o futuro fundo permanente de resgate, o mecanismo europeu de estabilidade (MEE), Rajoy disse que os temas hoje em discussão pelos 27, como o crescimento e o emprego, interessam particularmente a Espanha, com especial destaque para o combate ao desemprego entre os jovens.

«Todas as medidas que se adoptem nessa linha serão sem dúvida muito importantes», disse, dando conta do seu apoio às medidas que a 'Comissão Barroso' irá hoje colocar sobre a mesa.

Entre elas encontra-se a criação de equipas de acção especiais para definirem planos com objectivos baseados em boas práticas, de modo a lançar programas de emprego para os jovens em todos os estados-membros, especialmente naqueles que sentem mais dificuldades neste domínio.

Em resposta, Barroso recordou que muitos dos problemas espanhóis são também vividos a nível europeu, destacando o desemprego jovem como uma das prioridades que levará esta tarde ao primeiro Conselho Europeu do ano, a decorrer na capital belga.

«Não é aceitável que quase um em quatro jovens europeus se encontrem sem trabalho», advertiu Barroso.

Espanha, enfatizou Barroso, tem um «papel central na construção europeia» e um «diálogo intenso e construtivo» com a Comissão e restantes parceiros europeus é essencial para a estabilidade do país e da zona euro no geral.

O presidente do executivo comunitário saudou ainda os esforços espanhóis para conter o défice público do país.

Desde que tomou posse, o novo governo espanhol avançou com um amplo pacote de medidas, incluindo decisões imediatas para conter os gastos públicos e, a médio prazo, para alterar o mercado de trabalho, reformar a administração pública e concluir o saneamento do sector financeiro.


Lusa/SOL
 
Topo