• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.
Odisseias

Redes sociais ainda não protegem privacidade dos menores

Fonsec@

In Memoriam
Entrou
Set 22, 2006
Mensagens
29,306
Gostos Recebidos
5
ng1137348_435x190.jpg


A Comissão Europeia advertiu hoje que as redes sociais «podem fazer muito mais para proteger a privacidade dos menore», após conduzir um estudo que concluiu que apenas dois em nove sítios possuem configurações predefinidas verdadeiramente adequadas.
O executivo comunitário indicou hoje que apenas dois sítios de redes sociais, Habbo Hotel e Xbox Live, apresentam configurações predefinidas que tornam os perfis pessoais dos menores acessíveis apenas a uma lista de contactos por eles aprovada.
Nos restantes sete sítios testados, «uma quantidade considerável de informações pessoais, incluindo informações adicionadas pelos utilizadores após registo, era mostrada, por defeito, a utilizadores que não constavam da lista de contactos aprovada do menor», indica o relatório, sublinhando que «estas informações não conduziam necessariamente a uma identificação imediata dos menores, mas podiam fazê-lo».
O estudo assinala ainda que em todos os sítios testados, qualquer pessoa pode enviar aos menores pedidos de amizade, e em seis desses sítios, os amigos dos amigos podem aceder directamente aos perfis dos menores.
O documento admite todavia que a maioria dos sítios «fornece de facto aos mais jovens informações sobre segurança adequadas à sua idade, assim como orientações e ou material educativo especificamente destinados aos menores», e responde a pedidos de ajuda.
Apontando hoje que as redes sociais «precisam de assumir seriamente as suas responsabilidades» para com os jovens, a comissária europeia responsável pela Agenda Digital, Neelie Kroes, anunciou a sua intenção de ainda este ano propor uma «combinação de medidas» que tornem a Internet «um local mais seguro para as crianças».
Os testes foram conduzidos pela Comissão entre Março e Junho de 2011, envolvendo as plataformas de blogues (Skyrock) e jogos (Xbox Live), plataformas de partilha de fotografias e vídeos (YouTube, Dailymotion, Flickr), mundos virtuais (Habbo Hotel, Stardoll), plataformas que possuem algumas funcionalidades de redes sociais (Windows Live) e plataformas que permitem a criação de perfis pessoais com a possibilidade de introduzir artigos de blogues, fotografias e actualizações (Yahoo! Pulse).


Lusa/SOL
 
Topo