Testes de Cambridge arrancam hoje com mais regalias para professores

kokas

GF Ouro
Entrou
Set 27, 2006
Mensagens
40,723
Gostos Recebidos
3
ng4131686.jpg

Secretário de Estado Fernando Egídio Reis assinou despacho
Sindicatos estranham "condições excecionais" para uma "prova de diagnóstico", que não conta para a nota dos alunos. Mas continuam otimistas em relação ao impacte das greves.
Arrancam hoje as orais do Preliminary English Test For Schools (PET), o teste da Universidade de Cambridge de realização obrigatória para todos os alunos do 9.º ano. Para esta prova, os professores avaliadores ganharam regalias, como a dispensa de "tarefas não letivas" durante o período das provas. Ninguém sabe, no entanto, quantos estudantes poderão ser avaliados.



Muitos dos professores responsáveis pela aplicação das provas ainda estão a passar pelo processo de certificação que lhes permitirá fazê-lo e, por outro lado, o próprio Ministério da Educação e Ciência (MEC) alargou o prazo das avaliações, que irão agora arrastar-se até à penúltima semana de maio.

O calendário original previa que as orais decorressem entre 13 de abril e 6 de maio, realizando-se no dia seguinte a prova escrita para todos os estudantes. Mas num despacho datado de 1 de abril, assinado pelo secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Fernando Egídio Reis, considerou-se "necessário ajustar as datas de realização da componente oral", que se estende agora até dia 22 do próximo mês. Ou seja: alguns alunos farão as orais antes do teste escrito e outros só as farão depois.



dn


 
Topo