• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Violada por três vizinhos à frente do marido

kokas

GF Ouro
Entrou
Set 27, 2006
Mensagens
40,723
Gostos Recebidos
1
Uma dona de casa brasileira de 54 anos foi espancada e violada por três homens, todos seus vizinhos, enquanto o marido, igualmente agredido e dominado pelo trio, foi obrigado a assistir aos abusos.Os três criminosos foram presos pouco tempo depois do bárbaro ataque, quando bebiam e se divertiam num bar das proximidades da residência do casal, pagando com o dinheiro roubado durante a ação.

Rosilene Moreira Correia, da esquadra especializada em atendimento à mulher (DEAM) da cidade de Vitória da Conquista, interior do estado brasileiro da Bahia, onde os crimes ocorreram, contou que os três criminosos, Uarlas Souza Oliveira, de 21 anos, Vanderlei Novais de Souza, 29 e Maurício Ribeiro Alves, 31, invadiram a residência do casal, na povoação de Choças, numa zona rural, pouco depois da meia-noite. Apanhando a dona de casa e o marido a dormir, não tiveram dificuldades para dominar o casal e cometer os crimes.

Depois de revirarem a habitação e roubarem o que lhes interessou, os assaltantes, todos conhecidos do casal por viverem ali perto, decidiram abusar da dona de casa. Um após outro, os três criminosos violaram a vítima repetidamente, agredindo-a sempre que ela reclamava de alguma nova exigência, e fizeram questão de que o marido assistisse a tudo.

Quando saciaram a sua selvajaria, os três atacantes deixaram a residência das vítimas e foram tranquilamente divertir-se num bar localizado na mesma região onde todos vivem. Convencidos de que as ameaças feitas ao casal para não contar nada garantiriam a sua impunidade, os criminosos não cobriram os rostos e não se importaram de serem reconhecidos pelas vítimas.


cm
 
Topo