• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Contribuintes pagaram para Sarkozy saber o que achavam de Bruni

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,981
Gostos Recebidos
342
ng1292280_435x190.jpg


O ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy terá gasto 9,4 milhões de euros públicos na encomenda de sondagens para fins partidários e particulares.
A denúncia é da associação anticorrupção Anticor, que considera que o líder conservador, entretanto retirado da política activa, deve responder em tribunal por peculato.
Segundo o Le Monde, Sarkozy encomendou sondagens sobre tópicos como o namoro e posterior casamento com a cantora Carla Bruni, a gravidez da ministra da Justiça Rachida Dati, as aparições públicas de Dominique Strauss-Kahn ou as intenções de voto em várias eleições locais. O advogado da Anticor Jerome Karsenti argumenta que não havia qualquer interesse público na realização destas pesquisas.
Não é a primeira vez que Sarkozy enfrenta esta acusação. Já em 2010, a Anticor tinha apresentado uma queixa semelhante na justiça francesa. A diferença agora é que o antigo chefe de Estado já não goza de imunidade judicial, sujeitando-se a responder aos tribunais.
Desde a saída do Eliseu, as autoridades gaulesas investigam também o possível papel de Sarkozy num escândalo de financiamento partidário ilegal que envolve a mulher mais rica do país, Liliane Bettencourt, herdeira do império L’Oreal. Durante o Verão, a polícia realizou buscas a casas e escritórios do político no âmbito da investigação.

Fonte: SOL
 
Topo