• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Controladores aéreos avançam para mais cinco dias de greve

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,981
Gostos Recebidos
343
ng1249457_435x190.jpeg


Controladores aéreos avançam para mais cinco dias de greve

Os sindicatos que representam os trabalhadores da NAV Portugal, empresa responsável pela gestão do espaço aéreo, vão voltar a parar, estando prevista a realização de cinco dias de greve, segundo um pré-aviso a que a Lusa teve acesso.
De acordo com o pré-aviso, os trabalhadores da NAV, entre os quais os controladores aéreos, vão estar em greve nos dias 29 e 30 de Junho e 1, 2 e 3 de Julho.
Os trabalhadores da NAV em Portugal Continental e na Madeira estarão em greve a 29 e 30 de Junho e a 3 de Julho, das 6h às 12h e das 18h às 22h, voltando a parar a 1 e 2 de Julho, das 6h às 12h e das 17h às 21h.
Nas dependências da NAV nos Açores, a greve abrangerá os dias 29 e 30 de Junho, 03 de Julho (nestes três dias entre as 5h e as 11h e entre as 17h as 21h), 1 e 2 de Julho (das 5h às 11h e das 16h às 22h).
Todos os trabalhadores da NAV estarão também em greve a 2 de Julho, durante o período da manhã.
«Depois de meses de sensibilização em relação às especificidades do modelo de negócio da NAV Portugal, o completo bloqueio a que se chegou quanto a eventuais soluções para as medidas restritivas em vigor na empresa – escandalosamente contraditórias com os objectivos de recuperação económica do país – obrigam estes profissionais a recorrer a este mecanismo constitucionalmente previsto», lê-se no pré-aviso de greve.
Os trabalhadores da NAV têm cumprido várias greves para contestar a «continuada ausência» de respostas do Governo para uma situação de «instabilidade social sem paralelo» na empresa, queixando-se do impacto das medidas de contenção orçamental.
A última greve dos trabalhadores da NAV decorreu em Maio, abrangeu cinco dias e afectou centenas de voos.

Fonte: Lusa/SOL
 
Topo