Está no ginásio? Não desista!

Luz Divina

GF Ouro
Entrou
Dez 9, 2011
Mensagens
5,990
Gostos Recebidos
0


Lá inscrever, a pessoa até se inscreve. E vai a umas 3 aulas, cheia de genica. Mas depois bate a rotina e é difícil aguentar-se lá. Bem, nós dizemos-lhe como.



EtiquetanoginC3A1sio.jpg


Tal como no casamento, a rotina é o pior inimigo do ginásio. Solução: transformar a rotina numa amiga. Não esteja à espera que lhe apeteça ir. Vá ao ginásio mesmo que lhe doa as costas, as pernas, as pestanas. Vá sem pensar nisso: ah, e escolha um ginásio perto do trabalho.


• Ignore as desculpas Ai hoje não vou porque nem me consigo mexer, porque o gato vomitou uma bola de pelo, porque o meu filho me acordou às 5 da manhã e quis ver o Canal Panda acompanhado, ai agora não é uma boa altura para recomeçar... Se estiver à espera de uma ‘boa altura’, nunca vai haver. Nunca é uma ‘boa altura’ para (re)começar o ginásio, tal como nunca é uma ‘boa altura’ para parar de fumar...

• Esqueça o ‘vou amanhã’ Uma pessoa não se transforma em atleta de um dia para o outro: dê tempo ao corpo para criar o hábito. Mas para criar o hábito é preciso, bem, habituar-se...


• Não fique dependente Não vá só quando a Rita ou a Ana lá vão. A Rita e a Ana desistem na primeira semana e você desiste atrás, ou vão todos os dias e você não tem paciência e acaba por desistir. Mais vale fazer amigos lá mesmo no local do crime: assim não corre o risco de que todos desistam em bloco.


• Vá com calma Se no primeiro dia decidiu que lhe ia dar com a força toda e saiu de lá em braços depois de ter corrido a maratona de Chicago e levantado o dobro do seu peso em ferro maciço, não espere que no dia seguinte esteja pronta para outra... Vá com calma. Mas vá.


• Escolha uma aula Se tiver prepa-ração física suficiente, vá a uma aula em vez de ir levantar pesos sozinha. É muito mais divertido treinar em grupo, e começa a criar horários certos e a fazer amigos que notam a sua ausência. Quem não gosta de pedalar pode ir ao Attack, quem não gosta de tropa tem o Balance, quem não consegue seguir uma coreografia pode ir ao RPM... Experimente.


• Avise o instrutor Diga-lhe que é a sua primeira aula. Não se preocupe se fizer figuras tristes: toda a gente já passou por isso, e numa aula, como vai reparar, estão todos demasiado ocupados para ver se os outros trocam os pés ou não.


• Copie pelo menino da frente Há quem seja disléxico de corpo e, quando vai a uma aula, tenha dificuldade em seguir os movimentos em espelho do instrutor. Pode ser mais fácil copiar pela pessoa da frente (convém escolher uma pessoa que já lá ande há mais tempo).


• Não tenha medo do esforço Uma aula em que não tenha vontade de morrer pelo menos três vezes, não é uma aula a sério. E continua a custar mesmo aos atletas experimentados. Não tenha medo do esforço, a pensar que nunca vai conseguir fazer mais de 5 flexões e que vai sentir-se uma derrotada e uma incapaz o resto da vida. Gradualmente, vai começar a conseguir. E isso vai dar-

-lhe ânimo para muito mais, no ginásio e na vida. Por que é que julga que o exercício físico é recomendado a quem sofre de depressão? (Ok, é por causa das endorfinas, mas pronto).

• Faça... ou não É divertido, faz-se amigos, fica-se com um corpo fantástico e pode-se comer bolas-de-berlim, mas se odeia mesmo ginásio, não vá... Faça caminhadas, jogue futebol com as crianças, corra atrás do cão, ou fique no sofá... Afinal, estamos num país livre...



Fonte: activa






 
Topo