• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

EUA: Portuguesa de 80 anos afugenta ladrões com mangas [vídeo]

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,995
Gostos Recebidos
357
ng1266546_435x190.jpg


Uma portuguesa de 80 anos e duas mangas foi quanto bastou para afugentar dois assaltantes de um supermercado em New Bedford, Massachussetts, detido há mais de três décadas pela família de Manuel Nogueira.O assalto ocorreu na sexta-feira ao início da tarde e tem sido notícia nos media locais, nomeadamente no canal Fox25News, que recorre às imagens das câmaras de segurança para mostrar «uma família sem medo a defender o que é seu».
Nas imagens vê-se que Otília Martins, de 80 anos, fazia compras no supermercado do seu genro quando se apercebeu da presença de dois assaltantes, um dos quais já tinha apontado uma arma à funcionária do estabelecimento.
Após procurar na sua carteira alguma coisa para atirar aos assaltantes, Otília Martins decide recorrer à fruta exposta na loja e atira duas mangas a um dos ladrões, que ainda a agride com a coronha da arma, mas foge de seguida em direcção à porta.
O genro, Manuel Nogueira, contou à Fox25News que estava no exterior do supermercado quando tudo aconteceu.
«Estava lá fora quando ouvi gritar. Ela estava cheia de sangue. Vi-a gritar e vi-os a correr. Pensei que lhe tivessem roubado a carteira e comecei a correr atrás deles», contou Nogueira, que acabou por apanhar um dos assaltantes a dois quarteirões de distância.
O outro, que tinha a arma, entrou num apartamento próximo e ambos acabaram por ser detidos pela polícia, devendo ser ouvidos hoje em tribunal.
Segundo a comunicação social, os dois assaltantes, de 22 e 24 anos, enfrentam acusações que incluem assalto à mão armada, posse de arma proibida e agressão contra pessoa idosa.
Quanto a Otília Martins, sofreu um golpe profundo na testa, mas recusou-se a ir ao hospital, pelo que foi tratada no local pelos paramédicos.
«Ele teve sorte de eu não ter nada mais forte para lhe atirar», terá dito a idosa, segundo contou a filha, Marie Nogueira.


Fonte: Lusa/SOL
 
Topo