• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Facebook: Aplicação oferece fama a primeiro utilizador a morrer

billshcot

Banido
Entrou
Nov 10, 2010
Mensagens
16,633
Gostos Recebidos
155
Não teve os seus prometidos 15 minutos de fama durante a vida? Uma aplicação no Facebook promete oferecer-lhe a ribalta...após a morte.

O nome da aplicação que promete este peculiar prémio é "If I Die" e foi lançada por uma empresa israelita. A aplicação permite gravar uma mensagem de vídeo ou deixar um texto, material que será publicado no mural do utilizador no Facebook, após a sua morte.

O "If I Die" foi idealizado, enquanto projeto, em 2010 e tornou-se, em 2011, uma aplicação para Facebook. Para promover uma nova funcionalidade deste "serviço" (a possibilidade de enviar mensagens privadas a pessoas específicas, após o falecimento) a empresa decidiu ir mais longe e lançar no sábado, em conjunto com o site Mashable, um inusitado concurso, o "If I Die First", onde a primeira pessoa registada na aplicação a morrer, não só partilhará a sua mensagem no mural, como a mesma será espalhada pelo mundo.

À agência espanhola EFE, o criador da empresa diz que a ideia de oferecer este "prémio" surgiu ao mesmo tempo que surgiu o projeto em si. O "concurso" tem por base a premissa de que "todas as pessoas têm direito a que as suas últimas palavras sejam conhecidas, que o seu legado seja público". "Consideramos que um concurso seria o apropriado para que a aplicação tivesse impacto", assume.

Por isso, quem quiser deixar uma mensagem ao planeta, já sabe o que é preciso fazer. Para participar no concurso, os interessados terão de ir especificamente à aplicação "If I Die" e escolher a opção "For a Chance to World Fame". Aí, será possível deixar as suas derradeiras palavras, a serem transmitidas após a morte no site Mashable e publicadas em jornais e revistas internacionais.

O concurso está online desde sábado e já recebeu, até ao momento, mais de 1200 participações. Nas regras, no entanto, está bem explícito: provocar a morte é batota e vale desclassificação. "Se houver suspeita de que se trata de suicídio ou morte deliberada, não se publicará a mensagem", deixou bem claro o dono da empresa.

Apesar da adesão, também há quem critique o humor com que é oferecido este serviço. Para o criador da empresa, no entanto, a ideia faz sentido, uma vez que "o Facebook faz parte da nossa vida social" e, como tal, também deverá ser um espaço onde a morte é anunciada. "Acrescentamos um serviço de morte digital", acredita.

Há um ano no Facebook, a aplicação "If I Die" tem mais de 200 mil utilizadores, tendo registado, até ao momento, apenas dois falecimentos (de pessoas que padeciam de doenças terminais).

Fonte : JN
 
Topo