• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Os Elefantes Brancos de Espanha!

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
O aeroporto de Castellón foi inaugurado em Março de 2011, nunca teve um voo. O único avião que é possível avistar por lá está na gigantesca estátua de Carlos Fabra, o político local, que domina a paisagem. Este é um dos elefantes brancos que servem de exemplo à má gestão de anos que contribuiu para levar a Espanha ao ponto onde está hoje: pediu resgate para os bancos, tem várias comunidades autónomas a pedir ajuda ao Governo central e o próprio resgate do país parece cada vez mais inevitável.

Não foi só a Espanha que gastou muito dinheiro em obras megalómanas ou de utilidade duvidosa. Mas o caso espanhol tem particularidades que amplificam o problema. Não apenas a dimensão do país, mas também a sua divisão em 17 regiões autónomas que competem entre si por notoriedade e visibilidade.

«Este é um país de feudos, como na Idade Média. Quero o meu aeroporto, quero o meu centro de convenções e o comboio de alta velocidade», resumia Stephen Matlin, Director de um Banco de Investimento, citado num artigo recente do jornal espanhol ABC.

Um aeroporto que nunca teve um voo, outro que fechou portas. Excessos antes da crise Castellón é o exemplo clássico, até pelo nome do seu «ideólogo». Carlos Fabra, que é pai da deputada do PP que ficou famosa pelo «Que se jódan» quando o Governo anunciou cortes para os desempregados, foi nos últimos anos um dos homens fortes da região de Valência, a primeira a pedir resgate ao Governo. E está envolvido em várias acusações de tráfico de influências.

Mas só no que diz respeito a aeroportos-fantasma há vários casos emblemáticos. Há Huesca, há Leon, mas o mais notório é o aeroporto de Ciudad Real, em Castilla La Mancha. Inaugurado em 2008, fechou em Abril de 2012. Tem uma das maiores pistas da Europa e pretendia ser uma alternativa a Madrid, mas estava demasiado longe, a 250 km, e não é viável.

O projecto foi anunciado como de iniciativa privada, mas o facto é que custou muito dinheiro aos contribuintes espanhóis: antes de mais pelo financiamento através da Caja Castilla-La Mancha, o primeiro banco regional a ser resgatado pelo Banco de Espanha, em 2009.

E há mais. A Cidade da Luz em Alicante, por exemplo, um projecto megalómano de uma Hollywood à espanhola, que teve financiamento da região de Valência, recentemente considerado ilegal pela União Europeia. Demorou 10 anos para abrir e luta para tentar sobreviver.

Os elefantes brancos de Espanha foram já motivo para vários artigos na imprensa internacional, a propósito do estado a que chegou o país. Num desses levantamentos, a BBC recorda também os centros culturais e artísticos de Valência, Avilés e Compostela, projectos assinados por grandes arquitectos e com grandes investimentos que nunca se livraram da polémica.

Fonte: Economia.
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer!

Centro Cultural Internacional Avilés, ou Centro Oscar Niemeyer: fechou seis meses depois de abrir, agora tenta-se encontrar uma solução para o viabilizar.

O Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer, é um complexo cultural localizado em Avilés, nas Astúrias. O Centro Cultural Internacional recebeu o nome de um dos mais famosos arquitectos da história, o brasileiro Oscar Niemeyer, por ser este o autor do projecto.

O complexo cultural proposto consiste de cinco peças separadas e complementares:
- Praça: aberta ao público, onde serão agendadas actividades culturais e recreativas de forma permanente;
- Auditório: para cerca de 1100 espectadores;
- Cúpula: espaço de exposição diáfano com cerca de 4000 m²;
- Torre: mirante sobre o estuário e a cidade, com 13 metros de altura, onde se localiza o restaurante;
- Edifício polivalente: abriga o Film Centre, espaços para ensaios, reuniões e conferências.
A primeira pedra foi colocada em Abril de 2008, dando lugar aos primeiros estudos de solo antes do início das obras. É um projecto desenvolvido pelo Governo da Espanha e pelo Principado das Astúrias. O primeiro edifício construído foi a cúpula, para a qual utilizou uma técnica inovadora na construção de espaços para fins artísticos. O centro foi inaugurado na Primavera de 2011.
[video=youtube;mnwL3QtgQCY]https://www.youtube.com/watch?v=mnwL3QtgQCY[/video]
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Cidade da Cultura da Galiza!

A Cidade da Cultura da Galiza, em Santiago de Compostela custou 400 milhões de euros e não está completa.
 

A Cidade da Cultura da Galiza é um complexo arquitectónico, cultural e de entretenimento da cidade de Santiago de Compostela, na Corunha, Galiza. O complexo reconcilia a conservação do património com a produção de conhecimento, investigação, criação e consumo cultural. O projecto de construção da Cidade da Cultura da Galiza nasceu em 1999 quando a Junta da Galiza lançou um Concurso Internacional de Arquitectura para a sua construção no Monte Gaiás em Santiago de Compostela.

O projecto selecionado foi o do arquitecto Peter Eisenman, devido à singularidade tanto conceptual como plástica, e à integração excepcional no local. O projecto de Eisenman cria um novo cimo para o Monte Gaiás. O complexo do Monte Gaiás ocupa uma superfície de 141.800 m2. As obras de construção do complexo tiveram início em 2001.
image-0E51_50182F6A.jpg
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Cidade das Artes e das Ciências!

Cidade das Artes e Ciências de Valência: levou turistas à cidade, mas os custos quadriplicaram e chegaram aos 1000 milhões de euros, e está sob investigação pelas relações com Iñaki Undargarin, o genro do rei sob suspeita de corrupção.

A Cidade das Artes e das Ciências é um complexo arquitectónico, cultural e de entretenimento existente em Valência. Desenhado por Santiago Calatrava e Félix Candela, o projecto começou a ser executado em Julho de 1996 e inaugurado em 16 de Abril de 1998. O último componente da Cidade, "El Palau de les Artes Reina Sofia", foi inaugurado a 9 de Outubro de 2005.

O complexo é formado pelas seguintes construções (em ordem de inauguração):
- L'Hemisfèric - Imax Cinema, Planetário e Laserium. Com aproximadamente 13.000 m²;
- El Museu de les Ciències Príncipe Felipe - Museu interativo de ciências, ocupa aproximadamente 40.000 m² em três pisos;
- L'Umbracle - trilha de caminhada com plantas selvagens, conta também com uma galeria de arte com esculturas de artistas contemporâneos;
- L'Oceanogràfic - o maior aquário oceanográfico da Europa, com 110.000 m² e com 42 milhões de litros de água;
- El Palau de les Arts Reina Sofia - casa de ópera e apresentações de artes. Contém quatro grandes salões: Salão Principal, Salão Magisterial, Anfiteatro e Teatro de Câmera;
- El Puente de l'Assut de l'Or - ponte que liga o lado sul com a rua Menorca, cujo pilar de 125 metros de altura é o ponto mais alto da cidade;
- A Praça Principal - uma praça coberta, actualmente em construção, onde serão realizados concertos e eventos esportivos;
- As Torres de Valência, Castellón e Alicante - parte de um projeto que consiste na construção de três arranha-céus de 308, 226 e 220 metros.
image-272E_501830BE.jpg
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Ciudad de la Luz/Ciudad del Cine!

Estudios Ciudad de la Luz, em Alicante: apresentados como Hollywood em versão espanhola, resta uma mão cheia de promessas adiadas e uma ordem da Comissão Europeia para devolver os 256 milhões de euros com que a comunidade de Valência financiou o projecto.

A Ciudad de la Luz e a Ciudad del Cine, situados no balneário de Agua Amarga, em Alicante, é um grande centro audiovisual de entretenimento, de 320.000 m2, dedicado ao mundo cinematográfico. Oferece ao visitante a possibilidade de conhecer, através de um passeio turístico e cultural, o funcionamento do ambiente de produção do cinema. Neste complexo de estúdios já trabalharam directores como Francis Ford Coppola. Em 2011 o complexo foi finalmente, aberto para a visitação turística e de outras naturezas. O visitante tem a oportunidade ver de perto o ambiente onde é produzido muitas das super produções cinematográficas da Espanha.

Trata-se de um complexo com 11.000 m2 de sets de filmagens indoor, equipados com tecnologia de ponta; mais de 15.000 m2 de armazéns e oficinas de construção de cenários; 16 hectares de área para filmagens externas e três edifícios com camarins, salas de maquiagem, salão e escritórios, além de todos os serviços de apoio à produção.
image-0B0D_50183199.jpg


Centro de Estudos Ciudad de la Luz

Integrado ao complexo industrial Ciudad de la Luz, o Centro de Estudos Ciudad de la Luz é uma escola de cinema criada para suprir a demandas do sector audiovisual na região. Os estudantes da escola tem a oportunidade de vivenciar de perto o campo de trabalho e ter contacto com os mais diversos profissionais da cena cinematográfica espanhola.

A instituição oferece o curso de graduação em Comunicação Audiovisual, direccionado a quatro perfis definidos:
- Director e Roteirista;
- Produtor e Gestor Audiovisual;
- Designer de Produção;
- Pesquisador/Docente.
A escola conta ainda com o curso de Mestrado, oferecido por meio de duas titulações:
- Mestrado em Direcção Artística;
- Mestrado em Edição e Pós-Produção.
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Aeroporto de Ciudade Real!

Aeroporto de Ciudade Real: foi anunciado de iniciativa privada, mas custou muito aos contribuintes, através de Caja Castilla-La Mancha; não tem um voo desde Março de 2012.

A infraestrutura foi construída no sentido de retirar algum do tráfego do aeroporto principal de Madrid, Barajas. Estreou em plena crise financeira 2008 e nunca teve a rentabilidade esperada.
image-F598_5018326F.jpg
 

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,471
Gostos Recebidos
9
Aeroporto de Castellón!

O Aeroporto de Castellón tornou-se um dos elefantes brancos numa Espanha em crise económica. Os 30 milhões de euros gastos para dar a conhecer ao público o aeroporto de Castellón, que começou a ser construído em Valência em 2003, não atraíram aviões mas mesmo assim, a empresa que o gere investiu 300 mil euros na construção de uma estátua de homenagem a Carlos Fabra, Presidente do Partido Popular (conservador, no poder) na província.
image-6759_50184B02.jpg
 
Topo