Roubos a supermercados, ourivesarias e gasolineiras aumentaram em Lisboa

florindo

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 11, 2006
Mensagens
38,997
Gostos Recebidos
358
Roubos a supermercados, ourivesarias e gasolineiras aumentaram em Lisboa

Os roubos a supermercados, ourivesarias e gasolineiras foram os que mais subiram em Outubro, mas os assaltos a viaturas lideraram os crimes registados pela PSP, segundo um relatório da Polícia sobre a zona metropolitana de Lisboa.

O relatório do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (COMETLIS) de Outubro sobre a criminalidade violenta no que toca aos roubos a estabelecimentos e viaturas, a que agência Lusa teve acesso, refere que no mês passado foram registados 43 crimes, representando os assaltos a viaturas 30 por cento, ourivesarias 19, supermercados 16 e bombas de gasolina sete por cento.

O documento refere que a divisão com maior número de roubos foi Loures, com 10, seguindo-se Cascais e Benfica (terceira divisão), com sete cada, e Sintra, com seis.

Segundo o relatório, em Outubro confirmou-se a «tendência de subida dos roubos em supermercados, atingindo níveis dos meses de Janeiro e Abril» em que se registaram também sete assaltos.

A PSP indica que a maioria dos roubos a supermercados na região da capital foi efectuada com recurso a armas de fogo, tendo todos os suspeitos fugido a pé.

Os assaltos a bombas de gasolina também aumentaram em Outubro face ao mês anterior, passando de dois para três, roubos que foram praticados com armas de fogo e usadas viaturas para a fuga.

O relatório do COMETLIS salienta igualmente que no mês passado se verificou «um aumento significativo dos roubos a ourivesarias», quase o triplo de Setembro e atingindo o máximo do ano com oito, ocorridos maioritariamente nas divisões de Loures e Sintra, com três assaltos em cada.

Apesar do número de viaturas roubadas na região metropolitana de Lisboa ter descido em Outubro, passando de 18 para 13, este crime continua a ser o mais praticado. A PSP refere que a maioria dos roubos a carros ocorre à segunda-feira entre as 0h e as 4h.

Duas das viaturas roubadas foram utilizadas em assaltos a ourivesarias e a bombas de gasolina, adianta a Polícia.

O documento do COMETLIS diz também que os roubos a estabelecimentos de restauração registaram em Outubro um «descida acentuada», passando de oito para dois, tendo-se ainda verificado dois assaltos a balcões dos correios e um a farmácias.

Sobre a evolução mensal dos roubos na região metropolitana de Lisboa, a PSP refere que Janeiro foi o mês com mais crimes (60), registando-se um decréscimo entre Maio e Julho, voltando a subir em Agosto (52) para descer novamente em Setembro (51) e em Outubro (42).


Lusa / SOL
 
Topo