• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Teve AVC aos 25 por tomar a pílula. Médicos diziam que era enxaqueca

Lordelo

Sub-Administrador
Team GForum
Entrou
Ago 4, 2007
Mensagens
38,682
Gostos Recebidos
844
naom_5a1074fd81bc1.jpg


Uma mulher britânica de 25 anos sofria de dores de cabeça constantes, mas os médicos diziam-lhe que não tinha nada com que se preocupar.

"Fui a cinco médicos no total e todos disseram que eram enxaquecas e para não me preocupar que estava tudo bem", contou Kirsty Roberts à BBC.

Mas nas semanas seguintes as suas dores de cabeça iam aumentando de intensidade, ao ponto de lhe provocarem vómitos. "Eventualmente fiz uma radiografia e foi quando encontraram o coágulo de sangue no meu cérebro. Dois dias depois sofri um AVC", relatou.

"Estava no jardim num dia de verão, deixei cair o telefone e quando fui para o apanhar perdi toda a sensação nos dedos, não conseguia apanhar nada. Lembro-me de dizer ao meu pai que achava que estava a ter um AVC porque sentia picos e agulhas na cara", disse.

Kirsty tomava a pílula contracetiva combinada há cerca de dez anos sem qualquer problema registado. Mas, há cerca de seis meses, a embalagem da pílula que tomava mudou e deixou de dizer os dias da semana, o que levou a que por vezes ficasse confusa e tomasse dois comprimidos no mesmo dia.

Isso significa que acabava a tomar uma dose dupla de estrógeneo, uma hormona presente na pílula que faz o sangue engrossar mais facilmente, o que aumentou o risco de desenvolver coágulos sanguíneos.

Quatro meses depois do AVC, Kirsty deixou de tomar a pílula e está aos poucos a recuperar o discurso e os movimentos.

IN:NM
 
Topo